terça-feira, 30 de abril de 2013

GOSTARAM DA CAMISA VERMELHA DO TRICOLOR? COMENTEM...


quinta-feira, 25 de abril de 2013

ALLIANZ ARENA EM SÃO PAULO


VÔLEI AMIL


FLUMINENSE APRESENTA NOVA CAMISA


MARATONA DE BOSTON


EUROPA LEAGUE


THE ULTIMATE BOARD BAG


CAMPANHA VERMELHO A COR DA RAÇA - SÃO PAULO FC


UNITED GLORY


EVENTO PATROCÍNIO, MARCA E REPUTAÇÃO


quarta-feira, 24 de abril de 2013

BRASIL ENFRENTA O CHILE NO MINEIRÃO ! VAI BRASIL !



CLUBE DO TORCEDOR NASCEU NO BAIRRO DO LIMÃO EM SAMPA


MASCOTE "  ZÉ LIMONADA "

PROGRAMA DE LICENCIAMENTO DE MARCA CLUBE DO TORCEDOR


Programa de Licenciamento para uso da marca e mascote do Clube do Torcedor
O Programa de Licenciamento para uso da marca e do mascote  é um segmento que faz parte da Gestão de Marketing de toda empresa do Grupo Aucon. O programa de licenciamento do Clube do Torcedor foi desenvolvido com o objetivo de garantir a integridade da marca do Clube do Torcedor.

A licença de uso é um contrato através do qual o Clube do Torcedor sediado na cidade de São Paulo  cede à outra empresa o direito de explorar sua marca e seu mascote em um determinado produto por um determinado tempo.
O sistema traz resultados importantes  e relevantes para todos os envolvidos. Ganha o Grupo Aucon – Clube do Torcedor , que fortalece sua marca com uma boa distribuição , produtos de qualidade e maior visibilidade ; ganham as empresas licenciadas, que associam sua competência a uma marca vencedora de forte apelo com a paixão pelo futebol; e ganham os consumidores, que têm a garantia de estar adquirindo produtos legítimos e de qualidade do Clube do Torcedor.

 Marca Reconhecida

As empresas encontram no programa de licenciamento do Clube do Torcedor  o valor que só as marcas reconhecidas podem transferir.

Outro fator importante é o alto grau de afinidade e relacionamento, alcançados através do apelo emocional que o mascote com a bandeira verde e amarelo e a própria bandeira do Clube do Torcedor com sua  imagem dinâmica desperta.
Os produtos a serem licenciados pelo Clube do Torcedor são imediatamente identificados por milhares de pessoas, milhares de torcedores. São torcedores ansiosos por exibirem as cores do Brasil , e a marca do Clube do Torcedor , apaixonados por futebol e esportes que vêem no Clube do Torcedor um exemplo de marca vitoriosa, o verdadeiro orgulho do Novo Brasil.

Vantagens de licenciar um produto com a marca do  Clube do Torcedor

1 - Menor Investimento – Sua empresa pode aproveitar o posicionamento e a força da marca do Clube do Torcedor para ganhar espaço no mercado no pré Copa, durante o Evento Mundial  e durante os anos seguintes, sem precisar investir numa marca própria ou agregar valor com a inserção de nossas cores e mascote.
  2 - Visibilidade Imediata – Seus produtos passam a ser consumidos imediatamente, sem a necessidade de esperar para que a marca alcance um bom posicionamento de mercado.
 Isso possibilita alcançar volume e rendimento em muito menos tempo.
3 - Mercado Consolidado – A marca do Clube do Torcedor  está sendo  amplamente conhecida, buscando uma nova  trajetória de mercado e grande potencial em vários segmentos de produtos.
4 - Legalidade e Responsabilidade Social – Produzir itens licenciados é garantia de estar trabalhando dentro da lei e cumprindo parte da missão social de nossa  empresa Aucon / Clube do Torcedor no apoio ao esporte amador e escolar do Brasil.
Benefícios para o consumidor

Ao comprar um produto com a marca do Clube do Torcedor, além de estar levando qualidade e autenticidade para casa, o torcedor brasileiro  também está contribuindo com o esporte amador e escolar do Brasil. O Grupo Aucon  recebe royalties pela comercialização dos produtos oficiais do Clube do Torcedor e pelo uso da marca e mascote em diversos produtos da empresa licenciada.
  
Além disso, os produtos licenciados do Clube do Torcedor são fabricados por empresas compromissadas com a legalidade, com seus trabalhadores e os consumidores de seus produtos. Comprar mercadorias e produtos licenciados é também uma contribuição com a responsabilidade social, o comércio justo e o desenvolvimento sustentável do país.
O torcedor que usa um produto oficial e um produto licenciado com a marca do Clube do Torcedor também reforça a sua identidade com nossa empresa e a marca do licenciado. E os recursos gerados por este mercado ajudam a garantir a continuidade dos negócios do Grupo Aucon em suas diversas frentes de negócio.
Por todos estes motivos, procure sempre os produtos licenciados do Clube do Torcedor com as cores da nação brasileira. E não se esqueça: Pirataria é crime. Denuncie os infratores toda vez que encontrar alguém oferecendo qualquer mercadoria pirata com a marca do Clube do Torcedor.
A empresa interessada em licenciar produtos com a marca do Clube do Torcedor deve ser devidamente registrada e estar em dia com suas obrigações fiscais e trabalhistas.
Para maiores informações, entre em contato:
Fone  0xx11 3533 2568   manager@clubedotorcedor.com.br
Ulisses Nascimento, CEO
Gestão de Licenciamento de Marcas

terça-feira, 16 de abril de 2013

ARTIGO - O MARKETING ESPORTIVO VEIO PARA FICAR


25/10/2012 - O Marketing Esportivo veio para ficar?

Mercado de Marketing Esportivo
A paixão pelos esportes é algo que está no DNA dos brasileiros. Emoção, adrenalina, velocidade e competição são elementos nos quais nos identificamos muito. No entanto, as empresas envolvidas no universo esportivo exploram isto de maneira profissional? Neste contexto, o Marketing Esportivo ganha espaço como o protagonista de um segmento ainda pouco explorado no país.

Assim como todo brasileiro é um pouco técnico de futebol, existe muito deslumbramento pela área – a paixão pelo esporte não pode ser confundida com o profissionalismo. Grandes clubes de futebol, por exemplo, funcionam, hoje, como uma empresa comum, e exigem pessoas capacitadas para atingir metas e resultados. Outro ponto é que muitos subestimam a atuação no Marketing Esportivo, pois pensam que gostando de esportes, será fácil trabalhar na área.
“Se a marca precisar usar o esporte como veículo de comunicação é fundamental que se tenha um profissional capaz de avaliar as possibilidades, independente da sua vocação ou paixão pelo esporte A ou B, e tomar decisões que conectem ao máximo os valores do esporte ao público-alvo, a estratégia e o valor da marca”, explica Leo Delamanha,especialista em Marketing Esportivo e fundador da Playground, consultoria esportiva que atende marcas, agências e confederações. Para ele, existe muito deslumbramento pela área: “as pessoas enxergam como uma herança da carreira de marketing e publicidade, onde, em alguns casos, se faz muito dinheiro, e isso cria uma imagem falsa de glamour, escritórios caríssimos, viagens etc”.

Segmentos em alta

Por conta dos investimentos feitos nos grandes eventos de Copa do Mundo e Olimpíadas, o setor tem se estruturado melhor. Os números em patrocínios também aumentam a cada ano e o mercado, naturalmente, exige profissionais mais preparados. Confira, abaixo, alguns dos segmentos em alta:
Instituições: seja em clubes, federações ou em segmentos públicos como uma secretaria de esportes, por exemplo, o profissional pode atuar no planejamento, na gestão de patrocínios, produtos licenciados e novos negócios.
Patrocinadores: estas empresas, geralmente, possuem um departamento de Marketing, onde algumas estão se especializando em Marketing Esportivo, contratando profissionais da área.
Agências: fazem o “meio campo” entre a propriedade esportiva e o patrocinador. Estas empresas podem atuar com a gestão de imagens de atletas, de produção de evento, ou mesmo voltadas para consultoria a empresas que querem investir no esporte.
Gestão de arenas: impulsionada pela Copa do Mundo, estão surgindo diversas arenas pelo país. O licenciamento de produtos dentro destes espaços é uma forte atuação, seja do clube ou da empresa proprietária. Outra opção é atuar como gestor de uma arena, definindo que tipos de atrações e opções existirão, além do jogo de futebol.
“A administração de arenas demanda muitos profissionais, pois corre-se o risco de muitos destes espaços construídos para a Copa não serem rentáveis. A manutenção delas é muito cara, então é preciso transformar o jogo do futebol em apenas uma das atrações, oferecendo outras opções no local, como shoppings, academias, bares, restaurantes e até universidades”, relata Rafael Zanette, vice-presidente e diretor de Marketing do Instituto Brasileiro de Marketing Esportivo (IBME).

O profissional de Marketing Esportivo

Muitos profissionais de Marketing estão migrando para o segmento esportivo, mas, apesar de terem a mesma raiz, existem conhecimentos específicos em ambos. Existe uma escassez de profissionais para empresas que não possuem bagagem suficiente para atuar no ramo.
“No Brasil, sabemos executar eventos tipo A e fechar bons e polpudos acordos, mas o mercado ainda é carente de expansão, pois, no geral, a base de consumidores da indústria do esporte ainda é pequena, e de profissionalização, já que nem todo mundo entende de esporte e sabe enxergá-lo como uma plataforma a longo prazo”, conta Delamanha.
Os cursos oferecidos também são uma grande preocupação, pois por ser uma área relativamente nova, existem poucos estudiosos em Marketing Esportivo. “Os maiores conhecedores são os próprios profissionais que atuam no ramo, existindo uma escassez de conhecimentos considerados acadêmicos”, finaliza Zanette.




Fonte: O Marketing Esportivo veio para ficar? | Portal Carreira & Sucesso 

NIKE LANÇA O NOVO UNIFORME DO INTERNACIONAL


SÃO PAULO LANÇA CAMPANHA PARA O JOGO DECISIVO NA LIBERTADORES


CURSO DE GESTÃO DO ESPORTE


LUTO


SEMANA NÁUTICA 2013


LIVRO DO CASAGRANDE


UNILEVER CAMPEÃ DA SUPERLIGA FEMININA DE VÔLEI